Os restaurantes podem reabrir na totalidade

A partir de segunda-feira, dia 31 de Maio, os restaurantes poderão reabrir por completo. As mesas interiores serão limitadas a quatro pessoas, as mesas exteriores a seis. Todos os clientes terão de se sentar e entregar os seus dados. As máscaras só serão necessárias para se deslocarem até à mesa. A hora de encerramento imposta das 23:00 às 06:00 é levantada.

Comer e beber será novamente possível em eventos públicos, desde que esteja sentado e tenha dado os seus dados. Eventos públicos em restaurantes, tais como exibições públicas ou concertos, serão novamente permitidos, desde que as regras dos estabelecimentos de restauração sejam respeitadas.

O limite aumenta para 30 pessoas dentro de casa

Os eventos com públcio poderão ter lugar no interior com 100 pessoas em vez de 50, ou até metade da capacidade da sala, e ao ar livre com 300 pessoas em vez de 100, o que também se aplica às cerimónias religiosas. Os lugares já não terão de ser atribuídos de forma fixa, sendo suficiente a máscara e a distância.

Eventos como visitas guiadas ou eventos de empresas podem ser realizadas com um máximo de 50 pessoas em vez de 15. Isto também se aplica a reuniões tais como casamentos ou aniversários que se realizam fora de casa.

Para eventos privados em casa, o limite é aumentado de 10 para 30 participantes em espaços fechados e de 15 para 50 no exterior. Para eventos no espaço público, já não existem restrições.

Concertos e espectáculos permitidos

Os eventos com público, tais como teatro ou cinema, serão permitidos em locais interior com 100 pessoas em vez de 50, ou até metade da capacidade da sala, e ao ar livre com 300 pessoas em vez de 100, o que também se aplica às cerimónias religiosas. Os lugares já não terão de ser atribuídos de forma fixa, sendo suficiente a máscara e a distância.

Reuniões tais como visitas guiadas ou reuniões de empresas podem ser realizadas com um máximo de 50 pessoas em vez de 15. Isto também se aplica a reuniões tais como casamentos ou aniversários que se realizam fora de casa.

Os desportos amadores podem agora ser jogados em grupos de 50 pessoas em vez de 15. As competições desportivas de equipa ainda não são permitidas em espaços interiores. A dança e a luta livre são permitidas no interior, sem máscaras, mas não podem participar mais de quatro pessoas. Os banhos térmicos e os centros de bem-estar podem reabrir.

Os fãs da cultura musicalestão sujeitos às mesmas regras que os desportos: concertos e espectáculos são mais uma vez permitidos. Para bandas de latão, o espaço é reduzido de 25 metros quadrados para 10 por pessoa. Os coros estão de novo autorizados a dar concertos ao ar livre.

O teletrabalho já não é obrigatório

As universidades já não estarão sujeitas ao limite de 50 pessoas e poderão retomar as suas actividades quase normalmente. Trabalhar a partir de casa já não é obrigatório, mas apenas recomendado para as empresas que podem realizar um rastreio semanal do pessoal.

O regresso ao escritório deve ser feito gradualmente, de modo a não comprometer a campanha de vacinação. Uma vez que todos aqueles que desejem ser vacinados o tenham feito, o escritório em casa pode ser relaxado sem a necessidade de testes regulares.

Excepções para as quarentenas

As disposições para as quarentenas também são relaxadas. Qualquer pessoa que tenha sido curada ou vacinada está isenta de quarentena durante seis meses. No entanto, uma vacinação completa com um produto aprovado na Suíça ou pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) deve ser comprovada.

Os menores de 16 anos estão também isentos da quarentena e da obrigação de realizar um teste de rastreio à entrada na Suíça. As pessoas de países onde circulam variantes de vírus preocupantes não são elegíveis para esta isenção.

Resumo em francês, italiano e alemão