Cerca de 11.000 pessoas não tiver autorização de entrar na Suíça após as últimas restrições impostas pelo Governor helvético. Os dispositivos de segurança serão reforçados por causa de várias de gradações.
 
Muitas pessoas tentaram ultrapassar ou desfazer as barragens para passar, indicou Christian Block, diretor da Administração federal das alfândegas durante uma conferência de imprensa em Berna. Os militares foram chamados para reforçar as fronteiras.