Conheça o Monte San Giorgio

Monte San Giorgio

Museu de Fósseis de Meride

O valor do Patrimônio Mundial do Monte San Giorgio reside nos fósseis de peixes, animais invertebrados como insetos e de répteis do período triássico. Os fósseis formaram-se há 200 milhões de anos quando existia aqui uma bacia marítima de 100 metros de profundidade e um clima subtropical na região. O Patrimônio Mundial suíço-italiano é o mais importante sítio fossilífero para fósseis desta época. Há mais de cem anos que são efetuadas pesquisas aqui, nomeadamente pelas universidades de Zurique e Milão. Consequentemente, a maioria dos achados encontra-se no Museu de Paleontologia de Zurique. Uma pequena seleção está exposta no Museu de Fósseis de Meride. Uma nova organização das comunas limítrofes deve dar um peso maior ao Patrimônio Mundial.

A paisagem natural em redor do Monte San Giorgio mostra o seu lado mais belo – colinas arborizadas, lagos azuis – e esconde solos empolgantes.

A Suíça está cunhada por florestas (35% do território), lagos (cerca de 1500) e montanhas (25%) e, especialmente devido ao terreno montanhoso e frequentemente muito acentuado, há muita atividade subterrânea. Na Suíça existem 900 túneis. A Suíça tem tanto buracos como um queijo emental. Não somente o trânsito rodoviário e ferroviário escava a terra. Muitos túneis foram criados para assegurar o suprimento de eletricidade e de água. Atualmente o túnel mais longo do mundo encontra-se na Suíça. Você encontrará mais sobre as novas vias transversais dos Alpes, sobre o túnel de base de São Gotardo e a paisagem suíça nas nossas histórias e documentação.

Publicidade

Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO desde 2003

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos