Covid-19: Suíça ultrapassa as mil mortes

Segundo os dados fornecidos pelos cantões, esta sexta-feira, a Suíça ultrapassou as mil mortes devido ao coronavírus.

O cantão do Tessino, fronteiriço com a Itália, é o mais afetado com 227 mortes (2776 casos). De notar, em relação ao número de casos, a taxa de mortalidade devido ao Covid-19 é mais elevada na parte italiana (8,2%). Em comparação, o cantão de Zurique contabiliza 2929 casos ou seja, mais do que o Tessino, mas tem “apenas” 64 mortes (2,2%).

A seguir, é a parte francesa que conta mais mortes nomeadamente nos cantões de Vaud, Genebra e Valais. Nas últimas 24 horas, o cantão de Vaud registou 19 vítimas mortais para um cumulo de 204. No entanto, o cantão apresentou uma diminuição do número de hospitalizações para 325 (-9). O número de pacientes nos cuidados intensivos estabilizou (80, -3). No cantão de Genebra, houve mais 7 vítimas mortais nas últimas horas (133 no total). Em relação à semana passada, o número de hospitalizações em Genebra baixou de 424 para 379.

Publicidade

Apenas dois cantões ainda não registaram qualquer vítima mortal por COVID-19. Os cantões são Obwald e Nidwald.

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos