António Manuel da Costa Macedo, de 47 anos, teve morte quase imediata, cerca de três minutos depois de ter sido picado por veapas asiáticas. Foi surpreendido pelo enxame saído da árvore que cortava, no seu terreno, na localidade de Dossãos, perto do centro de Vila Verde. O homem procedia ao abate de algumas árvores no terreno da família, na Rua N. Sra. dos Milagres depois de ter feito a limpeza do terreno nas traseiras da casa de família durante todo o dia. O ataque das vespas asiáticas ocorreu na quarta-feira, mas a causa da morte só foi conhecida esta sexta-feira durante a sua autópsia, no Gabinete Médico-Legal e Forense do Cávado, em Braga. As picadas das vespas provocaram uma paragem cardiorrespiratória a António Macedo, pelo que aquando da chegada da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Grupo de Braga do INEM já estava quase sem vida, amparado por familiares e pelos Bombeiros Voluntários de Vila Verde.

Segundo o Semanário V, o emigrente é eletricista há vários anos na Vallée de Joux (Cantão de Vaud).