A pequena cidade de Nyon fica situada às margens do Lago Léman, entre Genebra e Lausana, em meio aos vinhedos de La Côte. Muitas escavações e pontos de interesse, datados dos tempos dos romanos e dos celtas helvécios, bem como da Idade Média, são testemunhas de sua história memorável. Atualmente, a cidade é o ponto de início de vários passeios em torno do Lago Léman.

História

No século XIII os contes de Saboia iniciaram a construção de um imponente castelo sobre as ruínas da era romana, dominado por cinco imensas torres. Hoje em dia, o castelo, que se impõe em meio ao cenário do Centro Histórico, abriga o Museu de História e Porcelana, contendo itens de imenso valor da antiga indústria produtora de porcelana em Nyon. Do século XVI em diante, a cidade foi governada por Berna – um lembrete do fato são as arcadas em torno da praça do mercado.

Praça do mercado em Nyon

Cidade à moda da era romana

Três colunas coríntias numa pequena colina no parque público, às margens do lago, evocam a antiga era romana. Após conquistar a Gália, Júlio César decidiu estabelecer a colônia de Iulia Equestris, com Noviodunum como seu centro urbano, no local da atual cidade de Nyon, como mostram artefatos das escavações, à mostra no Museu Romano.

Colunas coríntias da era romana em Nyon

Museu do Lago

O Museu do Lago Léman conta muita coisa sobre este que é o maior lago da Europa ocidental. Há zoológicos aquáticos, modelos de barcos em tamanhos grandes e pequenos, além de um barco a vapor restaurado, contando a estória da história natural e de navegação do lago. Acima deste distrito, caminhadas proporcionam vistas excelentes para o lago, para a montanha mais próxima de Genebra – o Mont-Salève – e para o Mont Blanc.

As vinhas de La Côte

Vinhas rodeando Nyon

Nyon é rodeada de vinhedos. A Route du Vignoble de la Côte, de Versoix, próximo a Genebra, passando por Nyon, até Morges, tem tudo a ver com os vinhos de La Côte e outras especialidades regionais. Peixes locais, provenientes do lago, são servidos com vinho, dando a complementação perfeita. Uma pequena ferrovia leva à hinterlândia da região, chegando até o resort de Saint-Cergue, no Jura, e a fronteira francesa em La Cure.

Trilha Toblerone

Um local de especial interesse é a Trilha Toblerone, que não tem nada a ver com o famoso chocolate triangular, mas sim com defesas antitanques, de formato similar às do chocolate, formando a “Linha de Promenthouse”, estendendo-se desde o sopé do Jura até o Lago Léman. Placas ao longo da trilha ajudam a entender como eram as fortificações da Segunda Guerra Mundial, além de indicar uma série de características dessa natureza intocada.

Trilha Toblerone