Foram condenados, este quinta-feira, a penas suspensas e a pagar multas o polémico casal de portugueses que matou os seus dois cães por afogamento no rio Aar, em Aarburg (AG). O caso aconteceu em setembro de 2016 e rapidamente foi descoberto pela polícia. Acusados do crime de crueldade animal, o homem foi condenado a 20 meses de pena suspensa e obrigado a pagar uma multa de 1000 francos. A sua mulher foi punida com uma pena suspensa de 60 dias e com uma multa no valor de 1800 francos.

O homem de 38 anos matou os cães de raça pinscher, primeiro com agressões com barras de ferro, e depois lançando-os ao rio. E fez isto por alegadamente a mulher não suportar o cheiro e o ladrar dos animais.

Inicialmente, o casal acusou o irmão da mulher, alegando que este teria afogado os animais, mas ficou provado que era falso.