Alain Berset: “Recolher obrigatório não está excluído”

Foto: KEYSTONE/Peter Klaunzer
Uma saída rápida da situação atual não é realista, segundo o Ministro da saúde Alain Berset. Se a disciplina da população em relação ao isolamento social, baixar, o Governo não exclui a possibilidade de recorrer a medidas ainda mais severas. A hipótese de um recolher obrigatório durante a Páscoa, não está descartada.
 
“Neste momento, parece ilusório pensar que vamos poder atenuar as medidas no 20 de abril”, indicou Alain Berset numa entrevista ao SonntagsZeitung.
 
“Será apenas quando o número de pessoas infectadas e admissões no hospital diminuir que vamos poder ponderar medidas mais leves”, indicou ainda o ministro. A experiência demonstra que atenuar as medidas muito cedo pode prolongar a crise.

 

Alain Berset está convencido que “até não atingir um certo nível imunidade na sociedade ou ter uma vacina, o vírus continuará connosco”.
 
Por enquanto, não é possível prever quando uma primeira atenuação das medidas será possível. “Para dizer francamente as coisas, não haverá uma saída total, mas uma transição por etapas”, afirmou Alain Berset.
 
Finalmente, o Ministro voltou a desaconselhar os encontros familiares na Páscoa implicando pessoas de idade; ele próprio vive de maneira quase isolada em Berna e não viu a sua família desde do mês de fevereiro.
Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos