“Britânicos, suíços, holandeses e alemães podiam aprender com Portugal”

Ruas de Lisboa no 3 de abril — © EPA/MARIO CRUZ
Ruas de Lisboa no 3 de abril — © EPA/MARIO CRUZ

Portugal tem sido muito elogiado lá fora pela forma como tem combatido o surto de coronavírus.

Agora o ‘El País’, jornal de Espanha, país que muito tem sofrido com a pandemia, teceu grandes elogios a Portugal, chegando mesmo a fazer uma comparação com um dos mais desenvolvimentos países do mundo, ou os “suecos do sul”. No artigo assinado pelo jornalista Javier Martín del Barrio, o “El País” destaca que o Estado de Emergência em Portugal foi decretado praticamente ao mesmo tempo que em Espanha, com uma diferença crucial: enquanto em Espanha contava já com 6 mil infetados e 132 mortes, Portugal tinha “apenas 112 casos positivos, nenhum deles fatal”. Graças a isso, “os hospitais estão longe da saturação e os de campanha ainda nem foram estreados”.

“Portugal supera a pandemia com metade das mortes da Suécia por milhão de habitantes. Embora o Mundo olhe boquiaberto para o Norte, britânicos, suíços, holandeses e alemães podiam aprender alguma coisa com o latino Portugal, onde o coronavírus está sob controlo”, escreve o periódico castelhano.

Publicidade

A publicação refere que esta crise “aproximou”, não só os partidos, como também Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa, que “complementam e, publicamente, esquecem as discrepâncias. Se hoje não há provas de que a unidade institucional cure epidemias, há que as brigas políticas aumentam o mal-estar social”. O jornalista lembra ainda que as expectativas para Portugal eram muito negativas. “As previsões mais pessimistas apontavam para um milhão de infetados, 10 por cento da população do país. Mas 40 dias depois, há apenas cerca de 16 mil casos e 470 mortes” [n.d.r.: número subiram hoje para 16.585 e 504, respetivamente].

O pneumologista Filipe Froes foi ouvido pelo ‘El País’ que desvalorizou esse ponto de vista. “Estamos em fases diferentes. Estamos três semanas atrás da Itália e uma ou duas atrás da Espanha. Ainda é cedo para avaliar Portugal. (…) Todos os países aplicaram as mesmas medidas mas nós tivemos mais tempo para prepará-las”, lembrou. Para além disso, salientou o facto de os hospitais não estarem saturados e os hospitais de campanha não terem sido ainda utilizados.

 

El País
Artigo do “El País” – 12 de abril 2020
Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos