O governo apresentou o seu plano de desconfinamento em três fases. Em meados do Verão, a maioria das restrições poderão ser levantadas, incluindo o uso de máscara na maioria dos locais. O Conselho Federal prevé que a vacinação completa da população adulta (2 doses) será concluída até o final de julho.

Um certificado uniforme e facilmente verificável está a ser desenvolvido e o fim do teletrabalho obrigatório está previsto para o dia 26 de Maio.

Fase de protecção

  • Em curso, até cerca do final do mês de Maio
  • Vacinação de pessoas vulneráveis
  • Medidas rigorosas para controlar a epidemia
  • Medidas mais rigorosas se determinados valores forem ultrapassados (incidência acima de 450, mais de 120 hospitalizações por dia em média, mais de 300 camas de cuidados intensivos utilizadas, taxa de reprodução 1,15)
  • Relaxamentos: nenhum

Fase de estabilização

  • Até aproximadamente ao final de Julho
  • Vacinação da população em geral
  • Possibilidade de reabrir restaurantes, fim da obrigação de teletrabalho, medidas de relaxamento nas lojas, actividades desportivas e de lazer
  • Um passo atrás é sempre possível, dependendo da evolução da situação
  • Possibilidade de relaxamentos selectivos para pessoas com certificado Covid

Fase de padronização

  • Assim que toda a população tenha podido optar por ser vacinada e tenha tido acesso às duas doses, as restrições e os encerramentos são todos levantados gradualmente.
  • A obrigação de usar uma máscara pode ser levantada em vários locais.
  • Em caso de sobrecarga do sistema de saúde, as restrições “só dirão respeito a pessoas que não tenham sido vacinadas”.