Promissor jovem português perde a luta contra doença

Diogo Leite tinha 30 anos.
Diogo Leite tinha 30 anos.

Diogo Carvalho Leite, de 30 anos, licenciado e mestre em Engenharia Informática, era docente assistente na Haute École d’Ingénierie et de Gestion do Cantão de Vaud (HEIG-VD), em Yverdon-Les-Bains. O jovem trabalhava num projeto de investigação denominado INPHINITY, que inseriu na sua tese de Mestrado, em 2016.

Formado no Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), Diogo trabalhava com tecnologias de machine-learning e estava inserido num projeto de introdução à robótica, cujo público-alvo eram jovens estudantes dos 12 aos 16 anos.

A sua vinda para Suíça fez-se através do programa Swiss-European Mobility Programme. Depois disso, foi-lhe anunciado que o seu projeto tinha sido aceite para receber financiamento do Fond National Suisse (FNS/SNF).

Diogo, manifestou, no site do ISEP, no ano passado, a oportunidade que teve em acompanhar os estudantes que estariam a desenvolver os seus projetos de Licenciatura ou Mestrado.

Publicidade

Após terminar e defender a sua tese no Porto, o jovem engenheiro regressou à Suíça, uma vez que se tinha comprometido a trabalhar no INPHINITY por mais três anos. O jovem português marcou presença em Espanha para apresentar um artigo científico. Em território suíço esteve presente em várias conferências e recebeu um prémio do melhor poster científico, num congresso de microbiologia em Basileia”.

Paralelamente a este percurso brilhante, na sua vida privada, Diogo lutava há cerca de um ano contra uma doença que acabou por se tornar fatal esta semana.
Foi com grande pesar, que hoje sexta-feira, a HEIG-VD comunicou a perda do jovem português. O funeral irá realizar-se amanhã sábado, dia 19 de Setembro, pelas 18h30 no Mosteiro de Travanca (Amarante).

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos