Autoridades francesas controlam atestados nas fronteiras

No sábado à noite, dia 21 de novembro, o pelotão motorizado da Gendarmerie de Saint-Julien-en-Genevois efectuou dois controlos de atestados de viagem nas fronteiras franco-suíças. Um controlo foi em Collonges-sous-Salève e o outro na alfândega de Perly. Foram controlados cerca de 150 veículos, mas também passageiros de autocarros de Genebra (TPG). No final da operação, foram distribuídas 36 multas.

Nestes tempos de confinamento em França, é necessário poder justificar uma das razões imperiosas apresentadas pelo Ministério do Interior para movimentar-se no território francês e estar em posse de um certificado ad hoc.

Publicidade

Os suíços foram multados em 135 euros se não fossem infractores reincidentes. Surpreendentemente, porém, foram capazes de continuar a sua viagem. “Os suíços apanhados por esta falta de atestado acabam de receber uma multa, uma vez que nos textos deste confinamento número 2, não existe nenhum dispositivo de repulsão para o outro lado da fronteira…”

As deslocações vão permanecer condicionadas e o atestado vai continuar a ser obrigatório para todas as saídas em França, sendo que a partir de sábado serão autorizadas as saídas para a prática desportiva ou passeios num raio de 20 quilómetros durante 3 horas. “No dia 15 de Dezembro, inicia-se uma segunda fase com um sistema de recolher obrigatório a partir das 21 horas em todo o território que virá substituir o confinamento. O atestado será suprimido durante o dia mas vai permanecer obrigatório durante a noite”, explicou Jean Castex na quinta-feira.

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos