Covid-19: Milhões de máscaras do estado suíço contaminadas

Como medida de precaução, a Confederação está a recuperar as máscaras adquiridas em 2007 que foram distribuídas a diversas instituições e cantões. As análises revelaram vestígios de fungos (Aspergillus fumigatus).

As máscaras de higiene contaminadas provêm de um stock antigo de 13,5 milhões de artigos que a Confederação tinha adquirido como parte da sua preparação para a uma eventual pandemia. Como não é possível testar todas as máscaras, todo o lote está a ser recolhido como medida de precaução, disse o exército suíça na quinta-feira.

A presença de contaminação microbiológica foi detectada pelo laboratório dos Hospitais Universitários de Genebra (HUG) sobre uma amostra. Nenhuma contaminação deste tipo foi detectada durante testes anteriores, disse o exército.

Também as FFP2

As máscaras foram armazenadas na farmácia do exército. No início da crise do Covid-19, elas foram entregues gratuitamente a cerca de 160 instituições e aos cantões, principalmente no sector da saúde. Foram encontrados vestígios de contaminação fúngica em alguns e não em outros.

Foram também encontrados vestígios de contaminação noutro lote de 305.000 máscaras FFP2. Serão também removidas e trocadas como medida de precaução. A origem destes vestígios fúngicos continua a ser um mistério: pode ser do transporte ou do armazenamento. Está em curso uma análise.

Valais, Genebra e Neuchâtel

A farmácia do exército reagiu imediatamente e recordou o equipamento defeituoso. Todos os grupos envolvidos foram notificados. As máscaras serão substituídas a partir da próxima semana.

Os cantões de Valais, Genebra e Neuchâtel são particularmente afectados, disse o porta-voz do exército Daniel Reist à Keystone-ATS. O exército não sabe quem deu a missão ao HUG de realizar este teste microbiológico. O porta-voz abstém-se de comentar o facto de uma boa parte do lote já ter sido provavelmente utilizada dois meses após a sua distribuição.

Comércios não envolvidos

Publicidade

O fungo Aspergillus fumigatus é relativamente inofensivo para a maioria da população. Mas pode tornar-se perigoso em pessoas com sistemas imunitários enfraquecidos.

As máscaras que foram fornecidos aos comércios não foram afectadss. Um total de 18 milhões de unidades foram vendidas em Abril para população.

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos