Covid-19: Pormenores da saída da crise divulgados

Conselho federal
Simonetta Sommaruga, Guy Parmelin, Karin Keller-Sutter e Alain Berset (KEYSTONE/Alessandro della Valle)

Esta quinta-feira, o Conselho Federal vai revelar os seus planos de saída do bloqueio em que o país está mergulhado devido à epidemia de Covid-19. Os primeiros pormenores já foram divulgados. Segundo o Tages Anzeiger, o Ministro da Saúde Alain Berset quer dividir as primeiras etapas de abertura em três fases. Entre as diferentes fases, estão previstos intervalos de até três semanas. As pausas serão utilizadas para mostrar como a flexibilização das medidas afetará a saúde da população. No entanto, serão necessários provavelmente meses para que a situação volte à normalidade.

Fase 1

Segundo os relatórios, a partir de 27 de abril, os prestadores de serviços pessoais, como cabeleireiros, fisioterapeutas, jardineiros e creches serão autorizados a trabalhar. Contudo, estão previstas medidas preventivas iguais às que ocorrem nos supermercados.

Fases 2 e 3

Publicidade

A reabertura de algumas escolas está prevista para o dia 11 de maio. Porém, as medidas mais importantes estão previstas a partir do dia 8 de junho, nomeadamente bares e restaurantes. Por fim, não está previsto um prazo para a abertura de grandes eventos e festivais.

No entanto, o Tages Anzeiger afirma que o cenário de saída ainda não está ganho antecipadamente. A Confederação deve ter em conta várias divergências. A economia exige uma abertura rápida, porém, a saúde é a maior prioridade.

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos