Covid-19 Suíça: português celebra casamento via internet

Alexia e Valter
Alexia e Valter

Tal como muitos casais, Alexia Barthe (30 anos) e Valter Leitão (35 anos) ficaram desiludidos com o adiamento do seu casamento. No entanto, o casal estava determinado a não adiar esse momento único das suas vidas devido à pandemia Covid-19. “Não queríamos perder o ânimo por causa de um vírus. Decidimos organizar um casamento 2.0 à hora e data inicialmente previstas”, disse Alexia ao jornal 20 Minutes. Valter, de origem portuguesa de Cabeça das Mós, Santarém, quis contar com os seus familiares.

Assim sendo, no passado sábado às 14h45, no seu apartamento em Prilly (VD), a assistente de recursos humanos e o projetista de instalações sanitárias utilizaram os seus telemóveis para permitir o acesso ao ofício do Estado civil, às testemunhas e à dezena de convidados para participar no evento. A imprensa suíça considera que este será provavelmente o primeiro casamento virtual realizado no Cantão de Vaud e talvez do país.

Publicidade

A certidão de casamento e as alianças também fizeram parte da cerimónia.

A partir de Portugal, os pais de Valter também assistiram à cerimónia. “Se o casamento tivesse ocorrido como previsto, eles não poderiam vir por causa do coronavírus”, disse Valter. No final da cerimónia que demorou cerca de 30 minutos, todos brindaram. “Abriu-se o champanhe. Depois, do meu balcão, lancei o meu ramo de flores”, contou Alexia. Esperando o fim da pandemia e a “verdadeira” celebração, o casal está a saborear o casamento 2.0 festivo, ligeiro e económico.

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos