Covid-19: Diferenciação apenas com os Estados fronteiriços

Após receber centenas de comentários e mensagens sobre o facto de Portugal continental e ilhas (adjacentes) estarem na lista de países de elevado risco, o nosso portal tentou saber mais sobre as razões da inclusão dos arquipélagos.

No início de Julho, algumas ilhas espanholas não foram incluídas na lista quando a parte continental de Espanha foi colocada como zona de elevado risco. Numa comparação entre a situação das ilhas espanholas em Julho e as ilhas portuguesas em Setembro, seria razoável não incluir os arquipélagos da Madeira e Açores. Todavia, isso não aconteceu e não há qualquer exceção.

Publicidade

Contactado o Departamento federal de saúde pública indicou as razões. Ao nosso portal, o porta-voz, Yann Hulmann, informou que “à exceção dos Estados fronteiriços, quando um Estado é colocado na lista, é na sua totalidade”. Assim sendo, isto explica porque a Madeira e os Açores também integram a lista. A Suíça já não usa a mesma metodologia que em Julho.

Yann Hulmann acrescenta ainda que “uma diferenciação não está prevista por enquanto”. Isso deve-se ao facto que a lista não pára de ser alongada e seria mais complicado efetuar controlos do bom cumprimento das medidas de quarentena obrigatória.

Publicidade
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on email
Share on pinterest

Outros Artigos